Seja bem vindo ao Blog da Saúde LGBT

Neste espaço o Dr. Paulo Branco ira continuamente publicar matérias além de responder duvidas
relacionadas a Medicina e Qualidade de Vida voltadas a população LGBT. Este espaço no entanto,
não substitui a consulta médica, que deverá ser feita pelo médico, no consultório, de corpo presente.



Alguns amigos e pacientes do Dr. Paulo Branco que inspiraram ele a fazer esse Blog.

Youtube - Dr. Paulo Branco

Youtube - Série especial de vídeos

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Você quer o livro manual do amor gay?

O livro é inédito, único e com uma rica literatura que pormenoriza e prioriza todas os cuidados e detalhes que estão diretamente relacionados a saúde gay como a vida sexual, afecções e prevenção de doenças. Envie os seus dados para o nosso e-mail e se o sortudo for você entraremos em contato.
Obtenha o nosso e-mail no site: www.medicinaintegrada.med.br

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

E os esfíncteres?

Os esfíncteres se dividem em :
Externo: E formado por músculo estriado e voce é capaz de contrai-lo contribuindo para o fechamento da abertura anal. a contração deste músculo demora de 30 a 60 segundos e após este período a musculatura entra em fadiga.
Interno: E formado por músculo liso ou autonomo, isto ,e a sua contração não esta sob o seu controle. Este músculo tem um comprimento de 2,5 a 4cm e uma espessura media de 0,5cm. Constitui uma barreira natural à perda involuntária de fezes e gases. A pressão elevada deste músculo é o responsável pela fissura anal e dor durante a relação. Este músculo precisará ser massageado antes da relação para que relaxe, evitando assim os traumatismos da relação ou brincadeiras com dildos. Para tratar as fissuras este músculo deverá ter a sua pressão diminuída. Eu prefiro baixar a sua pressão com o laser.

Ânus ou orifício anal?

O ânus ou orifício anal consiste em uma abertura em fenda anteroposterior que, em repouso, é mantida fechada em virtude da contração dos músculos formadores do esfíncter anal. Voce então pode entender o porque que acontecem os traumatismos na relação ou brincadeiras com dildos. Estes músculos para se relaxarem precisam ser manipulados e ao toca-los eles se fecham de inicio para posteriormente abrirem, portanto tenha paciência e não seja um ativo apressadinho.

Você sabe o que é o Canal Anal no homem?

O canal anal mede aproximadamente 4cm e se estende da borda anal até o anel muscular. No homem, o canal anal encontra-se relacionado posteriormente com o cóccix e anteriormente com a uretra. O revestimento do canal anal consiste em um segmento superior formado por mucosa, sensível ao toque e indolor e um segmento inferior formado de pele que é sensível e doloroso e agora você poderá entender porque as doenças que se formam na parte inferior ou pele como a Fissura Anal é extremamente dolorosa enquanto as hemorroidas internas ou dentro do reto não geram a dor e sim sangramento. O canal anal representa uma região extremamente erogena pela sua riqueza em vasos e nervos e ao ser manipulada de forma delicada nas preliminares ou durante a relação será fonte de um prazer intenso.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

O que é uma hemorroida externa?

A hemorroida externa recebe esta denominação porque o vaso que a forma começa e acaba fora da abertura anal e o mesmo poderá comprimir a pele que recobre este vaso determinando a morte da mesma que se transforma em uma pelhinha enrrugada, bem na abertura anal e que encomoda profundamente homens e mulheres praticantes do erotismo anal.

Estetica anal

Das queixas referentes a estetica anal em proctologia a hemorroida externa é a mais frequente.

sábado, 31 de outubro de 2009

Livro G: E qual o conteúdo?

O índice do livro é formado por capítulos que descrevem de forma clara e objetiva temas dirigidos para o dia a dia do público GLBT, como:
Anatomia e fisiologia
Erotismo
DST
Ativo e passivo
Complicações da relação anal
Proctologia
Disfunção sexual

Adquirir o livro com Mônica:
Fone: 011-86663281

E sobre o livro?

A idéia surgiu pela carência de informações na minha prática medica diária. Eu atendia o paciente que me cobrava um livro com uma linguagem clara, objetiva e educativa para a sua vida sexual e saúde.

Existe livro educativo para o publico GLBT?

Este publico aprende na cultura de ouvido e com a prática do dia a dia. Você poderá procurar um livro especifico para o publico nas prateleiras e áreas específicas das melhores livrarias de SP ou do Brasil e não achará. Isto acabou e você poderá ler o meu livro: Manual da Saúde GLBT na forma de CD ou de um medico americano: Manual do Amor Gay. A leitura destes livros é fundamental para a sua educação e orientação.

Doenças sexualmente Transmissiveis e a relação medico-paciente, e qual a clareza?

Tenho observado no dia a dia de 15 anos que atendo o publico G uma dificuldade do paciente em falar de forma clara com o seu medico sobre a DST. O medico deve se comportar como um amigo, ouvir, compreender e ser claro e ético ao expor as formas de tratamento com vantagens, desvantagens, resultados estéticos de grande importância para o publico G e funcionais. Muitos pacientes são menores e se vêem em situações que não conseguem entender e nem tão pouco explicar para a sua família que muitas vezes nem sabe das suas preferencias sexuais. Eu aprendi ao longo destes anos e vivenciado diferentes situações que o paciente se encontra vulnerável, constrangido e muitas vezes revoltado pela forma que contraiu a doença e a forma como teve o apoio do companheiro, família, sociedade e em alguns casos até com o medico. O medico deverá ser transparente nas informações e se tornar um sócio na saúde do paciente e juntos alcançarem os melhores resultados do tratamento das DST.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Onde as DST são mais frequentes?

A promiscuidade e a prostituição constituem os fatores de risco incontestáveis para as doenças sexualmente transmissíveis. Os homossexuais monogâmicos não correm um risco mais alto que os heterossexuais monogâmicos.

Onde estes vírus moram?

Estes vírus se escondem nas bainhas de revestimento dos nervos, dentro dos gânglios e células comandando o código genético destas células e colocam-se em uma posição que as suas células de defesa ( glóbulos brancos) não conseguem destruí-las e nem os medicamentos conseguem chegar em uma concentração mortal para esses vírus e aí você entende a dificuldade de tratamento destas doenças.

Eu fico protegido com a camisinha?

A camisinha em que se confia tanto não é suficiente para protege-lo. Se o seu parceiro estiver nas preliminares friccionando o penis na nádega ou virilha, poderá facilmente passar-lhe um vírus e você poderá achar que isso não acontecerá por obriga-lo muitas vezes a usar uma camisinha mesmo durante as preliminares. Mas não esqueça que algumas áreas não são cobertas pela camisinha, como púbis, pele da bolça escrotal e a base do pênis e poderão conter o vírus.

E as preliminares se corre risco de transmissão das DST?

Essas doenças não exigem a ejaculação nem mesmo a penetração para serem transmitidas, ocorrendo a transmissão pelo simples contato com a pele como no herpes e condiloma. Nas preliminares somente a fricção da pele com pele poderá transmitir a doença, já que estes vírus habitam a pele nas suas camadas mais profundas.

Você sabe quais as DST mais frequentes no homem?

Nos tempos da AIDS, a maioria dos homens esquecem de todas as outras doenças sexualmente transmissíveis. Embora a lista contenha um grande numero, as mais comuns são: O condiloma ( HPV), herpes e molusco contagioso.

sábado, 10 de outubro de 2009

HPV: E as pomadas?

Eu as abandonei para uso anal e peniano pelos maus resultados estéticos que pude comprovar em pacientes que fizeram uso das pomadas. No paciente G o medico tem de considerar a estética que poderá comprometer a sua autoestima.

HPV: Qual a melhor forma de tratamento?

E aquela que o medico tem experiência. Eu há 10 anos só trato com o laser associado a medicamentos que aumentam a resistência local.

HPV: poderá ocorrer contaminação por roupa intima?

Poderá ocorrer a contaminação por roupas íntimas e objetos de uso pessoal, como sabonetes, escova de dente e dildos ( brinquedos) para fins eroticos e de masturbação.

HPV: Qual o risco de contaminação do parceiro?

Em 20% a 40% dos casos os dois apresentam a infecção, portanto no momento da consulta eu sempre peço para que o parceiro também seja examinado, principalmente nos pacientes com a pele cobrindo a glande, onde há uma incidência maior da doença no pênis do ativo.

HPV: Quais as pessoas com maior predisposição?

O HPV acomete as pessoas com queda da imunidade, tais como: Diabéticos, transplantados, AIDS, quimioterapia, uso cronico de corticoides e o estresse intenso.

HPV: Sexo oral transmite?

O sexo oral é uma das maneiras pelas quais poderá ocorrer a transmissão de várias DST. Lesões pelo HPV na forma de verrugas poderão ocorrer na boca, língua, lábios, faringe e laringe. O sexo oral praticado na pessoa com hpv tanto transmite como poderá ocorrer a contaminação.

HPV anal pode causar câncer?

Pode. Porem os pesquisadores não evidenciaram maior incidência de câncer anal em pacientes com HPV anal quando comparados com os pacientes sem HPV. Nos pacientes com HIV a possibilidade é maior de as verrugas anais evoluírem para o câncer.

HPV: O risco é maior nos homossexuais?

A diferença está no numero de parceiros e na promiscuidade que quanto maiores maior a incidência de contaminação pelo HPV, tanto em homo quanto em heterossexuais. Nas relações sexuais entre homens, a chance de contaminação anal e retal é maior e consequentes a penetração.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Sangramento anal: Tenho fissura ou hemorroida?

Do ponto de vista pratico, vale o aprendizado abaixo:
Hemorroida: Sangramento vermelho vivo e indolor.
Fissura: Sangramento vermelho vivo e intensamente doloroso.

Fissura anal: Como saber se é aguda ou Cronica?

- Tempo: A fissura aguda geralmente tem de três a seis meses e a crônica acima deste tempo.
- Tecido local: O tecido da fissura crônica tem fibrose, está endurecido, infectado e tem uma reação inflamatória local característica desta fissura.

A fissura anal pode ser causada pelo sexo?

A fissura anal mais frequente ou comum está situada na comissura anal posterior e geralmente é única enquanto a fissura decorrente do sexo anal e também da introdução de dildos ( brinquedos) no canal anal é chamada de radiada, geralmente são várias e dispersas de forma radiada ou concêntricas a abertura anal. Resultam geralmente de uma lubrificação inadequada, de um ativo apressadinho ou da introdução no ânus de objetos de calibre totalmente desproporcional a abertura anal. Estes fatores determinam um esgarçamento mucocutaneo que são as fissuras radiadas.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Fissura anal: Qual o principal sintoma?

O principal sintoma é a dor intensa, cortante em pontada acompanhada de um sangramento vermelho vivo durante as evacuaçoes. Quando o paciente vem ao meu consultório e descreve esta sintomatologia eu só inspeciono a região anal e sei onde a fissura geralmente se localiza e acho que o medico deve evitar o toque.

Fissura anal: quando a pomada está indicada?

As pomadas estão indicadas para os casos de fissura anal aguda e contem substancias que reduzem a pressão do músculo anal responsável pelo aparecimento da fissura. Eu não tenho indicado estas pomadas pelos seus efeitos colaterais, principalmente a elevação na pressão arterial, prefiro o tratamento com o laser.

Fissura anal: quando a cirurgia está indicada?

A cirurgia está indicada somente para as fissuras classificadas como crônicas. Uma analise local da fissura confirmará a sua cronicidade. A cirurgia com o laser eu realizo sob anestesia local, o paciente terá alta logo após o procedimento e receberá um guia de orientação sobre os cuidados com a região anal e um CD educativo.

colonterapia o que é?

É uma técnica de lavagem e limpeza intestinal, realizada atualmente com equipamentos modernos e se associada a uma reeducação alimentar voltada para a ingestão balanceada de fibras e líquidos e um aumento da resistência da flora intestinal com lactobacilos será de grande beneficio para os pacientes com intestino preso e com grande acumulo de gases.

Colonterapia: O que é?

É uma técnica de lavagem e limpeza intestinal, realizada atualmente com equipamento moderno com nenhum risco para o paciente e se associada a uma reeducação alimentar com uma orientação adequada na ingestão de fibras solúveis e insolúveis e aumento da resistência intestinal com lactobacilos poderá trazer grandes benefícios para os pacientes, principalmente os que sofrem de obstipação intestinal e acumulo de gases.

sábado, 5 de setembro de 2009

Atualização: Botox na fissura anal

A causa da fissura anal é o aumento na pressão do músculo formador do esfíncter anal. O botox é formado por uma toxina que diminui a força do referido músculo, determinando a cicatrização da fissura. O procedimento é realizado na clinica e se bem indicado e aplicado nos locais corretos e em doses corretas os resultados são muito bons.

Retossigmoidoscopia na prevenção, diagnostico e tratamento anorretal

O grande problema na prevenção, diagnostico e tratamento das afecções anorreatais que pude observar na maioria dos pacientes na minha experiência clinica diária de 25 anos é o desconhecimento de um exame endoscopico, chamado retossigmoidoscopia que realizo nos meus pacientes para a detecção de doenças benignas como a hemorróidas, fissuras, fístulas, HPV, proctites, papilites, fissuras traumáticas e tumores benignos conhecidos como pólipo do canal anal, reto e cólon sigmoide. Estes tumores sofrem degeneração maligna e determinam em muitos pacientes um sangramento importante e poderão ser diagnosticados e retirados pela retossigmoidoscopia. As afecções do canal anal e região perianal, hemorróidas, fissuras, fístulas, HPV poderão ser detectadas e tratadas precocemente de forma menos agressiva como o Laser que a forma de tratamento realizado na minha clinica.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

hemorroida com laser

O tratamento das hemorroidas com o laser de gás Carbônico representa o procedimento realizado com maior frequência na minha clinica. A cirurgia é realizada sob anestesia local e o paciente terá alta logo após o procedimento e receberá um Guia e CD educativo para a prevenção do aparecimento de novas hemorróidas.
saiba mais: www.medicinaintegrada.med.br

Tire as suas dúvidas em proctologia no bate papo na forma de pergunta e resposta ni site da maite

O site da maite é um dos mais completos dirigido principalmente para o público GLBT. Comprove clicando o site: www.casadamaite.com.br e envie as suas dúvidas para o meu e-mail: paulobranco@terra.com.br ou interaja no meu blog ou msn.
Um abraço;
Dr. Paulo Branco

Dica: Assista a minha entrevista no yuotube sobre proctologia voltada para a relação

Esta entrevista é uma das mais visitadas entre os videos do yuotube e foi feita pelo escritor Fabricio Viana, autor do do livro O Armário em seus estudios em 2004. Foi uma entrevista super proveitosa, enriquecida de informações gerais e específicas sobre diagnostico, prevenção e tratamento das afecções em Proctologia.
Roteiro da entrevista e direção: Mônica Sinotti
Entrevistado: Dr. Paulo Branco
Assista, faça os seus comentários e tire as suas dúvidas no meu BLOG:
blogdasaudegay.blogspot.com
Dr. Paulo Branco
www.medicinaintegrda.med.br
msn.paulobranco@terra.com.br

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

O Botox poderá tratar a fissura anal?

A fissura anal tem como causa a pressão elevada do músculo formador do esfíncter anal e poderá resultar também da relação consequente a uma lubrificação anal inadequada. Eu tenho usado o Botox que relaxa o músculo anal e determina a cicatrização da fissura. O detalhe é que o Botox deverá ser feito somente para o tratamento das fissuras classificadas como agudas ou recentes. Os pacientes que não conseguem ter relação pela dor da fissura eu tenho tratado com o laser.

Irritação ou coceira anal,saiba mais?

A maioria das irritações anais, conhecidas como dermatites tem origem em uma alimentação inadequada, uso de roupas coloridas e afecções anais como as hemorroidas e infecções por fungos. Os pacientes da minha clinica com prurido recebem um CD e apostila educativos para uma melhor compreensão da afecção e a melhor forma de tratamento.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

A dor no momento da penetração

A dor anal no momento da penetração, geralmente resulta de um ativo apressadinho que não realiza uma boa lubrificação, tempo de massageamento esfinteriano incompleto, pênis com a glande ( cabeça ) de tamanho desproporcional a capacidade de abertura anal ou de um passivo tenso ou com um músculo formador do esfíncter anal muito contraído. Portanto siga as regras para uma relação prazerosa e sem dor.

HPV anal

É a doença sexualmente transmissível mais frequente na minha clinica de proctologia. Tenho seguido o protocolo alemão de tratamento que na minha experiência teve a mais baixa recidiva ou retorno da doença.
Protocolo de tratamento: Dr. Paulo Branco
1- Laser de Gás Carbônico
2- Substancia de uso local na forma de sache que aumenta a sua resistência local ao vírus.
Você receberá um guia e CD educativo sobre a doença.

relação anal causa hemorroida?

A relação anal não causa a hemorroida, porém antes da relação, principalmente se você tem sintomas ( sangramento ) e casos na família, faça um exame simples de nome anuscopia para confirma a afecção hemorroidaria e seguir uma orientação nutricional e comportamental saudaveis

Laser no tratamento do HPV peniano

Você sabia que a presença da fimose ou excesso de pele cobrindo a glande ou cabeça do pênis cria um meio que favorece a replicação do vírus e com consequente multiplicação da doença e que a retirada da pele com o laser representa a forma ideal pelos bons resultados estéticos e funcionais.